NAVEGUE
HOME   
GUIA COMERCIAL   
CLASSIFICADOS   
   SERVIOS
Cadastre-se   
Notcias   
Fale Conosco   
Utilidades   
Termos de Uso   
Anuncie aqui!   
Poltica de Privacidade   
Links teis   
   ENTRETENIMENTO
Mural de Recados   
Dicas   
Enquetes   
Canal esotrico   
Receitas   
   O BAIRRO
Lapa News   
Histria do bairro   
Parques   
Reparties   
Igrejas e Entidades   
Bairros da Lapa   
Hospitais   
Terminal Lapa   
Postos de Sade   
Telecentros   
   NOTCIAS
Colunas   
Notcias da Cidade   
Cultura   
ltimas Notcias   
Finanas Pessoais   
RECEBA NOVIDADES
CLASSIFICADOS LAPA | Classificados Grtis, Guia Comercial, Notcias, Dicas
Nome:
E-mail:
PARCEIROS
DM Arts Networks
::: Confira:
Braslia amarela dos Mamonas vira sucata e famlia de Dinho recria carro
Partes originais de veculo foram usadas para montagem de novo carro. Banda morreu em acidente areo h 20 anos em Guarulhos.


Desde que a msica Pelados em Santos, dos Mamonas Assassinas, foi lanada, em 1995, a Braslia amarela tornou-se um smbolo da banda morta h 20 anos em um acidente areo na Serra da Cantareira, em Guarulhos, na Grande So Paulo. O veculo original, comprado na poca pelo vocalista Dinho, foi leiloado, depois abandonado, e finalmente virou sucata. H quatro meses, porm, a famlia do cantor resgatou o veculo e aproveitou as peas para recriar o carro amarelo em um chassis de outra Braslia (assista ao vdeo acima).
Na cano, um dos principais sucessos da banda, Dinho cantava: "Minha Braslia amarela t de portas abertas pra mode a gente se amar pelados em Santos" (assista a um trecho do clipe abaixo).
Meses depois do acidente fatal, ocorrido em 2 de maro de 1996, o veculo foi leiloado em um programa de televiso. Arrecadamos R$ 96 mil, afirmou Hildebrando Alves, de 68 anos, o pai de Dinho. O veculo foi levado ao Rio de Janeiro. Anos depois, a Braslia foi apreendida em uma blitz por causa de problemas em sua documentao e foi parar em um ferro-velho. Ficou dez anos parada l.

Um sobrinho de Hidelbrando decidiu, por curiosidade, procurar o carro do primo. Aps pesquisas nos bancos de dados de Departamentos de Trnsito, ele localizou a Braslia e conseguiu reav-la. Ou melhor, parte dela. O tempo fez com que a lataria enferrujasse e o estofado apodrecesse.

H cerca de quatro meses, a famlia de Dinho conseguiu comprar o veculo e iniciou o caro processo de reforma. Compramos outra Braslia e reaproveitamos o que dava. Do carro original deu para usar as rodas, o cap, o para-lama, e outras peas", relata o pai de Dinho.
Hidelbrando estima que foram gastos R$ 16 mil na ressureio da Braslia amarela. Com o dinheiro dava para comprar outras cinco Braslias, comentou. O resultado, porm, valeu a pena: o veculo chama a ateno em todos os lugares em que passa.
Alm de constar na letra da msica, a Braslia amarela foi um dos personagens principais do videoclipe da banda. Segundo o pai de Dinho, Hidelbrando Alves, de 68 anos, a Braslia amarela era da famlia de uma ex-namorada do jovem, Mirella Zacanini. O av da Mirella tinha uma Braslia. O Dinho ento disse: Vou comprar aquela Braslia e gravar um clipe, afirmou Hidelbrando.


Notcia Postada em 02/03/2016

 
ANUNCIANTES
COPYRIGHT © 2006 - CLASSIFICADOS LAPA- Todos os direitos reservados Produzido por: DM Arts Networks