NAVEGUE
HOME   
GUIA COMERCIAL   
CLASSIFICADOS   
   SERVIOS
Cadastre-se   
Notcias   
Fale Conosco   
Utilidades   
Termos de Uso   
Anuncie aqui!   
Poltica de Privacidade   
Links teis   
   ENTRETENIMENTO
Mural de Recados   
Dicas   
Enquetes   
Canal esotrico   
Receitas   
   O BAIRRO
Lapa News   
Histria do bairro   
Parques   
Reparties   
Igrejas e Entidades   
Bairros da Lapa   
Hospitais   
Terminal Lapa   
Postos de Sade   
Telecentros   
   NOTCIAS
Colunas   
Notcias da Cidade   
Cultura   
ltimas Notcias   
Finanas Pessoais   
RECEBA NOVIDADES
CLASSIFICADOS LAPA | Classificados Grtis, Guia Comercial, Notcias, Dicas
Nome:
E-mail:
PARCEIROS
DM Arts Networks
::: Confira:
Suposto perfil de Suzane no Twitter sai do ar aps anncio de investigao
Usurio com nome da presa fez postagens desde 2 de agosto. Na tarde desta tera (11), no era mais possvel acessar a pgina.

O suposto perfil de Suzane von Richthofen no Twitter - espcie de blog que virou febre na internet - estava fora do ar no incio da tarde desta tera-feira (11), depois que o promotor Paulo de Palma, da Promotoria de Execues Criminais de Taubat, a 140 km de So Paulo, pediu que a pgina fosse investigada. Ao ser acessada, era exibida uma mensagem que informava que a pgina no existe.

Suzane est presa em Trememb, a 147 km de So Paulo, aps condenao pela morte dos pais em 2002. O julgamento foi em 2006. Palma informou nesta tera que pediu por cautela a investigao sobre o perfil.



Eu no tenho nada forte no sentido que seja a Suzane [a responsvel pelo perfil], mas como houve um precedente desse na vida carcerria dela, eu decidi por mera cautela pedir uma investigao, para apurar se a Suzane, ou no, afirmou o promotor. Em setembro de 2006, Suzane chegou a ser transferida do Centro de Ressocializao de Rio Claro para Ribeiro Preto, por ter acesso ao computador.


O promotor diz que tem muitas dvidas se o perfil realmente da presa. Ele cita dois pontos: erros de portugus que ele acredita que Suzane no cometeria e informaes no verdadeiras. A pessoa faz referncia visita de dois advogados em tal dia. Entrei em contato com o presdio e ela no recebeu os advogados nesse dia, contou.

Palma conta que conversou com a diretora do presdio sobre o caso. A prpria diretora disse que as chances so mnimas, se que existem, de ser a Suzane, afirma. Apesar disso, ele pede Corregedoria dos Presdios que oua a diretora para saber se Suzane tem acesso a computadores, onde ela trabalha dentro da unidade e em quais horrios. Segundo o promotor, h postagens durante a madrugada, o que pode ser outro indcio de um perfil falso.

Depois de a Corregedoria ouvir a diretora, o pedido retornar ao promotor. Ele avaliar, a partir das respostas da responsvel pela unidade, se sero necessrias outras investigaes. Ainda que eu no consiga estabelecer o ID, eu consigo fazer com que a unidade se acautele ainda mais em relao a isso, acredita.

Postagens

O usurio que aparece com o nome de Suzane fez as primeiras postagens no dia 2 deste ms. Na segunda delas, h um aparente erro. "Estow em liberdade provisria concedida por uma liminar (sic)", diz a pessoa. No entanto, Suzane cumpre pena em regime fechado e aguarda o resultado do recurso para obter o direito ao regime semiaberto.

Denivaldo Barni Jnior, advogado de Suzane, se mostrou surpreso com a informao. Desconheo totalmente. Para ele, tais fatos (Barni se refere ao suposto perfil da ex-estudante de direito) representam uma verdadeira hipocrisia. A defesa tomar cincia da solicitao do promotor para acompanhar as investigaes.

De acordo com o advogado, preciso que haja a apurao da responsabilidade criminal de quem cometeu tais atos, j que Suzane encontra-se encarcerada, sem qualquer tipo de acesso a tais veculos de comunicao, como toda pessoa que se encontra presa.

Perfis falsos

Renato Opice Blum, especialista em direito digital, acredita que a identificao do criador de perfis falsos no Twitter - caso seja confirmado que no de Suzane - pode ser simples. J pedimos a excluso de perfis fraudulentos, e o escritrio do Twitter nos Estados Unidos os excluiu de forma rpida. A empresa gil para atender pedidos de notificaes do Brasil, enviados em ingls, explicou Opice Blum, que disse j ter seis casos deste tipo em seu escritrio.

Segundo o especialista, um protocolo chamado Mlat (Mutual Legal Assistance Treaty; tratado de assistncia legal mtua, em portugus) pode fazer com que a Justia brasileira obtenha informaes de log, que permitem identificar o computador utilizado para acessar a conta aberta em nome de Suzane von Richthofen. Outra opo seria enviar ao site uma ordem judicial com essa solicitao, traduzida para o ingls.

Esse tipo de solicitao feita s redes sociais tornou-se comum com a popularizao do Orkut no Brasil, quando internautas comearam a criar perfis falsos, alm de caluniar e difamar seus desafetos na rede social. Mesmo tendo escritrio no Brasil, o Google afirmava que os pedidos de excluso de informaes ou obteno dados de acesso (login, por exemplo) deviam ser encaminhados para os Estados Unidos, onde fica a matriz da empresa.

A situao mudou depois que, em agosto de 2006, o Ministrio Pblico Federal abriu ao pedindo que o Google Brasil cumprisse ordens de quebra de sigilo, sob pena de multa diria de R$ 200 mil. A ao sugeria o fechamento compulsrio da filial brasileira, caso a empresa mantivesse a postura de no-colaborao.

Precedente

Em setembro de 2006, Suzane chegou a ser transferida do Centro de Ressocializao de Rio Claro para Ribeiro Preto, tambm no interior de So Paulo, por ter acesso ao computador. Na poca, a Secretaria de Administrao Penitenciria alegou que a regalia causou 'descontentamento e irritao' nas demais presas e que Suzane, por intermdio da diretora de Segurana e Disciplina da unidade, conseguia se comunicar com o mundo exterior.

Laudo

Suzane est aguardando a deciso da Justia de Taubat sobre o pedido de seu advogado para que tenha o benefcio do regime semiaberto, em que poderia deixar a cadeia durante o dia para estudar ou trabalhar e voltar s para dormir.



O laudo criminolgico elaborado por dois psiquiatras, dois psiclogos e uma assistente social indica que Suzane dissimulada. O documento foi encaminhado ao MP e agora est nas mos de uma juza da 1 Vara de Execues Criminais, que dar a palavra final.





Notcia Postada em 12/08/2009

 
ANUNCIANTES
COPYRIGHT © 2006 - CLASSIFICADOS LAPA- Todos os direitos reservados Produzido por: DM Arts Networks